13
Mai 10

A Proposta de criação de um “Observatório de Emprego” defendida pela JSD Madeira ao longo dos anos, será levada a cabo pela Universidade da Madeira inserida no seu Plano Estratégico, apresentado dia 17 de Maio.

O Reitor da Universidade, Dr. Castanheira da Costa, divulgou que incluirá no Plano Estratégico da UMa um organismo que se dedique à análise da bolsa de emprego da Região, apelidado de “Observatório de emprego” que será criado lá mais para o fim do corrente ano.

A JSD Madeira congratula-se pela colocação em prática do “Observatório do Emprego”, indo de encontro à sua pretensão constante no seu pacote de “medidas de emprego” (ver artigo) traduzindo-se numa análise e revisão periódica do número de vagas que não sejam consideradas prioritárias para o mercado de trabalho, incluindo os cursos que revelem uma visível saturação, quer ao nível do ensino superior.

Quer mesmo relativamente já a alguns cursos de formação profissional de modo a se criarem outras alternativas e especializações e proporcionar aos jovens outras saídas profissionais de qualidade e de rápida integração no mercado de trabalho.

A JSD Madeira e os ESD madeirenses congratulam a Universidade da Madeira por colocar no terreno este observatório que potenciará uma eficaz e produtiva inserção profissional, providenciando aos estudantes uma escolha mais consciente sobre as áreas de estudo a enveredar.

Link: Diário de Notícias

publicado por JSDMADEIRA às 14:22

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
26
27
28

30
31


pesquisar neste blog
 
Nota:
A JSD Madeira disponibiliza a funcionalidade de comentário no blog www.juntosporideais.com um espaço livre e aberto à participação de todos os visitantes, para que possam dar contributos, opinião e informação sobre as temáticas colocadas à reflexão.

A JSD Madeira edita os comentários recebidos, respeitando o seu conteúdo, seleccionando-os segundo os critérios - actualidade e interesse. Contudo reserva-se no direito de publicar ou não os comentários que incluam opiniões ofensivas da dignidade e integridade moral de terceiros ou que incluam linguagem obscena.