18
Nov 09

 

 

 

Na última terça-feira (17 de Novembro) centenas de Estudantes Universitários provenientes das Associações de Coimbra, Évora, Lisboa, Minho e Trás-os-Montes e Alto Douro, manifestaram-se em Lisboa numa Marcha pelo Ensino Superior.
 
Reivindicações como o alargamento da Acção Social Escolar, mais investimento do Governo no Ensino Superior, elevação do tecto máximo das bolsas e uma consequente maior abrangência de alunos que estão fora do sistema de apoio Social Universitário, fruto das novas políticas de distribuição do Apoio Social Escolar Universitário foram expressas na Marcha.
 
Não bastando o facto de termos um Ensino Superior dos mais caros da Europa, representando 11% do PIB per capita Português, acresce o «fado» de em cada governo Socialista, a “paixão pela educação” espelhar o constante desinvestimento na Educação, ficando-se pelo campo das promessas.

Lembremos o debate quinzenal de 24 de Junho de 2009 e a promessa do Primeiro-ministro de aumento de 10% nas bolsas de acção social no Ensino Superior, com efeitos já em 2009.

Hoje continua-se a pedir um aumento da acção social, sinal da insuficiência do apoio do estado e dos constantes e assustadores atrasos na atribuição das bolsas.
 
 
Outros problemas estão em cima da mesa, face ao actual estado do Ensino Superior, os quais ainda não vislumbram resolução por parte do Executivo Socialista, tais como um novo modelo de financiamento, acreditação internacional das licenciaturas e estabelecimento de valores máximos nas propinas de II Ciclo proporcionais ao salário mínimo nacional.
 
 
O facto é que volvidos 4 anos de um governo Socialista autista, em que fora preciso chegar ao fim da legislatura para apresentar medidas neste campo, renovam-se as reivindicações e pede-se a demissão do Ministro no início de um novo mandato.
 
 
O orçamento de Estado em breve será discutido, veremos se continua a constante e progressiva politica de desafectação orçamental no Ensino Superior.
 
publicado por JSDMADEIRA às 15:45

É considerável o aumento do desemprego em Portugal no último trimestre, subindo 7,9% face ao anterior período, passando dos anteriores 9,1% para 9,8%, segundo o Instituto Nacional de Estatística, totalizando 547,7 mil Portugueses desempregados!
 
O desemprego qualificado também subiu para 64,3 mil Portugueses neste igual período, subindo neste caso mais 27% que o trimestre anterior, traduzindo-se em mais 13,9 mil Portugueses Licenciados Desempregados.
 
No meio deste cenário negro, é de realçar que na Região Autónoma da Madeira a taxa de desemprego verificou uma descida dos 8,1% para os 7,9%, contrariando a tendência de subida que se verificou na maior parte das regiões de Portugal Continental.
 
O governo Socialista persiste em usar o habitual discurso de vitimação e de um lavar de mãos, declarando como único e principal culpado a ainda sentida crise internacional, em consequência do suprime Americano, oferecendo como solução «o empenho do Governo em mudar esta realidade e antecipou que a recuperação no emprego vai começar em 2010».
 
Três leituras podem ser feitas destes resultados: o desinvestimento e a natural falta de soluções alternativas ao desemprego, o ciclo de quatro anos de Governo Socialista sem retorno e sem se fazerem sentir efeitos positivos nos sectores mais problemáticos, bem como a maior oferta do que procura em termos laborais, mais notório no sector qualificado.
 
Facto é que Portugal esta perto de atingir o limite histórico dos 10% na taxa de desemprego, perante um Governo que tem como solução imediata a promessa de empenho …. !
 
Empenho foi o que todos os Portugueses fizerem nos últimos quatros anos, para sobreviver aos sucessivos apertos e cortes do anterior executivo, para culminar num agravamento negativo da situação económica do Pais.
 
Perderam-se 178 mil postos de trabalho desde Janeiro de 2009!
publicado por JSDMADEIRA às 15:35

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
19
20
21

22
23
24
25
27

29
30


pesquisar neste blog
 
Nota:
A JSD Madeira disponibiliza a funcionalidade de comentário no blog www.juntosporideais.com um espaço livre e aberto à participação de todos os visitantes, para que possam dar contributos, opinião e informação sobre as temáticas colocadas à reflexão.

A JSD Madeira edita os comentários recebidos, respeitando o seu conteúdo, seleccionando-os segundo os critérios - actualidade e interesse. Contudo reserva-se no direito de publicar ou não os comentários que incluam opiniões ofensivas da dignidade e integridade moral de terceiros ou que incluam linguagem obscena.
subscrever feeds