03
Dez 09
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A JSD/Madeira realizou hoje, Quinta-feira, uma conferência de imprensa para a apresentação do projecto “Brigada de Voluntários”, iniciativa que terá o seu inicio já no próximo dia 4 de Dezembro, com a formação do primeiro grupo de voluntários, num projecto em colaboração com a Casa do Voluntário.

Bruno Sousa, membro da Comissão Politica Regional da JSD Madeira, referiu que esta nova iniciativa vem mobilizar os jovens para as preocupações sociais que marcam a agenda mundial nos nossos dias. A meta é mobilizar um grupo de voluntários por concelhia, aproveitando os quadros de jovens social-democratas, que com as suas habilitações nas mais variadas áreas irão actuar localmente, prestando apoio desde os mais idosos, aos jovens e às crianças.

A formação estará a cargo da Casa do Voluntário, que esteve representada pelo Prof. Pedro Telhado Pereira, referindo esta iniciativa como válida e pioneira por parte de uma associação de jovens, neste caso, juventude partidária, bem como que o trabalho voluntário é importante e essencial embora carecendo de formação e empenho.

A formação inicial será realizada então na próxima Sexta e Sábado, em horário pós-laboral, para um grupo de 15 jovens.

As inscrições para a participação nas Brigadas de Voluntários continuam abertas, através da ficha de inscrição disponível no site
www.jsdmadeira.pt.

Conquista um Mundo Melhor! Chega-te à frente!

 

publicado por JSDMADEIRA às 16:37

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Nota:
A JSD Madeira disponibiliza a funcionalidade de comentário no blog www.juntosporideais.com um espaço livre e aberto à participação de todos os visitantes, para que possam dar contributos, opinião e informação sobre as temáticas colocadas à reflexão.

A JSD Madeira edita os comentários recebidos, respeitando o seu conteúdo, seleccionando-os segundo os critérios - actualidade e interesse. Contudo reserva-se no direito de publicar ou não os comentários que incluam opiniões ofensivas da dignidade e integridade moral de terceiros ou que incluam linguagem obscena.